Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2015

Compartilhe

De Helsink à Suomenlinna

Imagem
Quando visitei a Finlândia tinha vindo da Rússia. Na minha cabeça ainda estava a corrupção, o povo sendo enganado e outros problemas de um país que saiu do comunismo para o capitalismo, mas continuava com os mesmos vícios de uma sociedade onde o Estado quer tomar conta de tudo. Aliás, essa ideia me lembra muito o Brasil. Apesar de nosso país ser capitalista, o Estado intervém em tanta coisa, que só faz alimentar a corrupção. A meritocracia fica de lado. Entra a filosofia "QI", do quem indica, e acredito essa Lava Jato pode e deve mudar muita coisa, principalmente a maneira de governar. Na Rússia vi uma cidade que estava sendo construída parar por causa da corrupção. Quando chego na Finlândia o inverso. As belezas naturais me chamaram a atenção, mas os hábitos baseados na confiança no cidadão realmente me impressionaram. Neste passeio de barco ninguém te cobra o bilhete pelo transporte, mas todo mundo paga. Em muitas lojas, principalmente padarias, vi o sistema da pessoa se

O limpador de orelha

Imagem
Como já mencionei aqui no blog, nós que trabalhamos com a informação, muitas vezes cometemos atos falhos que não podem ser corrigidos. Eu estava na China quando um cidadão começou a me chamar. Naquele momento estava com uma guia que falava um inglês meio chinês. Imaginem !!! Eu não consegui compreender a real intenção do cidadão. Pensei que ele queria cortar meu cabelo. Na realidade ele era uma figura tradicional na China: o limpador de orelha. Primeira agonia foi saber que ele não ir cortar meu cabelo e sim limpar meus ouvidos com um estranho microscópio nos olhos. No meio faltou bateria em uma câmera, tive que ligar outra, e depois  o homem me ofereceu uma massagem. Quem está chuva tem de se molhar,  já diz o ditado popular. Portanto "Falha Nossa", que mico!

Os animais na Austrália

Imagem
A Austrália tem animais únicos em todo planeta. Visitar o país continente, quando deixamos a área urbana, ou visitamos um zoológico, é como se estivéssemos em mundo extraterrestre. Na minha visita ao país tentei coletar o máximo de imagens.

Viagens são lembranças

Imagem
Paro algumas vezes em meus vídeos e fotos lembrando dos momentos felizes. Um deles foi na Turquia. Comemorei dia quinze de dezembro o aniversário de minha filha Maria Clara. É a mesma Clarinha, na época com seis anos, que aparece neste vídeo tentando voar em um tapete mágico.

Fim de ano

Imagem
Para mim é fim de um ano é começo de outro. Me desculpem, mas eu não consigo pensar que por causa de um período de tempo alguma coisa vai mudar. Faz muito tempo que desprezo essa intenção de fim de ano e o Natal. Mas, nesses momentos tenho tido surpresas, agradáveis e desagradáveis, como na China, recebi notícias de mortes de dois amigos, e na Austrália, embora não mostre no vídeo, fiz novos amigos de Pernambuco.

Coma a isca ou compre o peixe

Imagem
Tudo certo para o final de semana perfeito. Varas de pesca preparadas. Mas apenas, apenas uma coisa dá errado. O peixe não aparece. Coma a isca, se ela for camarão, ou compre o peixe. Vídeo abaixo.

Na China, a pena de morte

Imagem
A pena de morte é uma realidade em vários países. Recentemente brasileiros foram executados na Tailândia. Apesar das evidências de culpa a sentença comoveu o país. Quando estava na Chia, nossa guia, falando em espanhol, comentou sobre a pena de morte. Embora trabalhe como guia turística ela é jornalista de formação universitária e se desiludiu com sua profissão em um país onde não há liberdade de expressão. O Jardim  do Mestre Pecador é belíssimo, mas nada comparado à coragem da nossa jornalista decepcionada. No vídeo abaixo.

Hoje em dia tecnologia vira sucata rápido

Imagem
Toda pessoa que trabalha de alguma forma com tecnologia tem um monte de tralha guardada. É impressionante a velocidade que um equipamento é novidade e vira sucata. Sempre que vou a Nova Iorque visito uma dessas lojas muito procuradas pelos adeptos da tecnologia. Esse é o tema do vídeo abaixo.

Perdeu o microfone

Imagem
Nos veículos de comunicação há momentos inexplicáveis. Sinceramente não sei exatamente o que ocorre, mas deve envolver o fascínio de falar para muitas pessoas ao mesmo tempo. As gafes, atos falhos ocorrem aos montes. Vou tentar mostrar alguns, mas sempre sem identificar o autor, até porque o nosso interesse não é criticar a pessoa que cometeu, mas apenas ilustrar momentos da história do rádio e tv muitas vezes hilários. A cobertura da cheia no Recife em 1975 demonstrou o envolvimento de radialistas e jornalistas em ajudar as pessoas e narrar os fatos, mas há gafes memoráveis. A mais lembrada, vamos dizer assim, foi um amigo repórter entusiasmado ao narrar as chuvas e o aumento do rio Capibaribe enquanto falava pelo sistema de rádio ponto a ponto no carro da emissora. Ele decidiu descer do veículo, enfrentar a chuva e mostrar o barulho que fazia a cheia do rio naquele momento. “ O rio está enchendo”, dizia ele. “ O barulho das águas é muito forte, vou aproximar o microfone e vai da

Eu uso o que tenho

Imagem
Conheço muita gente que compra uma roupa, um sapato e leva semanas para usar. E pode sair de moda e não usar nunca. Com carro acontece uma coisa até engraçada. A pessoa compra um carro novo e fica com ele na garagem, dá uma voltinha e recoloca no mesmo canto. Já vi carro com cinco anos de comprado que não tinha 10 mil rodados. É o chamado achado pra quem vai comprar, até porque o preço se faz pelo ano do veículo. Uma vez um amigo foi me mostrar seu carro novo, fiquei muito feliz por ele, mas seis meses depois o mesmo carro ainda estava com aqueles plásticos nos assentos. Ele queria proteger os bancos e dirigia com aquele plástico esquentando as costas. Quando fui fazer revisão de um carro comentei que tinha andado em dunas e na beira da praia. O dono da concessionária saiu com essa: "mas Cardinot, não acredito que você colocou esse carro em duna?!" Eu apenas respondi: "mas esse carro quatro por quatro não foi feito pra isso?" Eu geralmente passo mais de cinco anos

Finalmente um blog

Imagem
Nos últimos anos vinha verificando a necessidade de abrir um canal diferente com os milhares de amigos e amigas acumulados ao longo da minha vida. Agora que completei mais de meio século me senti na obrigação de abrir esse blog para compartilhar e abrir opiniões de todos aqueles que me acompanham por esses anos todos.  Sinto que o peso do programa que apresento na TV, passa para muitas pessoas um conceito irreal de quem é Cardinot. Hoje tenho seis filhos. Digo hoje porque ninguém sabe o dia de amanhã. A mais nova tem um ano e dois meses. Tenho também duas netas. Metade desses filhos estão encaminhados na vida . Os outros, dois ainda são menores, e um está cursando Direito. Meus pais e dois irmãos moram no Rio de Janeiro. Meu nome é Joslei, como devem ter percebido Cardinot é minha família, bem como Meira. Me orgulho muito desses sobrenomes e neste canal poderei contar algumas histórias interessantes dessas famílias no Brasil e até de alguns familiares meus. Vamos falar sobre

Instagram

Anúncio