Acusado de apertar nádegas de mulher em elevador teria importunado outra mulher há 2 anos

 

Segunda vítima de importunação sexual envolvendo o empresário Israel Bandeira Leal Neto surge após repercussão do caso Larissa Duarte

Após o recente destaque dado ao caso de importunação sexual envolvendo a nutricionista Larissa Duarte, de 25 anos, em um elevador em Fortaleza, uma segunda vítima relata ter vivido uma situação semelhante com o mesmo suspeito, o empresário Israel Bandeira Leal Neto. Adah Ivna Rodrigues Fernandes, estudante de psicologia de 25 anos, concedeu uma entrevista exclusiva à repórter Patrícia Calderón, do Grupo Cidade de Comunicação, na qual explicou os motivos que a levaram a decidir denunciar o caso à polícia apenas agora.

"Permaneci em silêncio todos esses anos porque realmente não sabia como proceder. Sem provas visuais, era minha palavra contra a dele, então deixei passar. Quando o caso de Larissa veio à tona, não fiquei surpresa. Era a mesma pessoa que me abordou há dois anos", revelou Adah.


MULHER SOFRE IMPORTUNAÇÃO SEXUAL DENTRO DE ELEVADOR EM FORTALEZA

Um homem foi afastado de suas atividades em uma empresa de Fortaleza após ter sido flagrado importunando uma nutricionista em um elevador. O incidente ocorreu no dia 15 de fevereiro em um prédio comercial no bairro Aldeota. Imagens das câmeras de segurança revelaram o momento em que ele tocou nas nádegas da vítima ao sair do elevador, sendo posteriormente identificado pela placa do veículo utilizado.

A empresa onde o homem trabalhava, M7 Investimentos, emitiu uma nota repudiando o ocorrido e anunciando o afastamento imediato e definitivo do profissional. Suas redes sociais foram desativadas e os telefones da empresa não estão em funcionamento devido a um feriado estadual.

A vítima, de 25 anos, registrou boletim de ocorrência denunciando o crime contra a dignidade sexual, que está sendo investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza. Nos relatos compartilhados nas redes sociais, a mulher descreveu a situação de choque e impotência que vivenciou, ressaltando a necessidade de conscientização sobre a frequência desses casos. As imagens também mostram o agressor fugindo do local após a vítima começar a gritar.

A polícia continua as diligências sobre o caso para esclarecer os fatos e tomar as medidas cabíveis.

Veja no vídeo abaixo o momento do incidente:

1 Comentários

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem