Presidente e vice da Torcida Jovem do Sport são presos

 

Nesta quarta-feira (3), a Polícia Civil de Pernambuco efetuou a prisão do presidente e do vice-presidente da Torcida Jovem do Sport, principal organizada do clube, por seu suposto envolvimento no ataque ao ônibus do Fortaleza. A informação foi divulgada por Alessandro Carvalho, secretário de Segurança de Pernambuco, durante entrevista coletiva. Com essa ação, sobe para cinco o número de pessoas detidas desde o início das investigações.

Os mandados de prisão foram expedidos como parte da Operação Hooligans, que investiga o incidente ocorrido em 22 de fevereiro, após o jogo entre Sport e Fortaleza pela Copa do Nordeste. Naquela ocasião, o ônibus da delegação tricolor foi atingido por pedras e uma bomba caseira, deixando seis jogadores feridos.

Jogadores do Fortaleza ficaram feridos após serem atingidos por pedras enquanto estavam dentro de ônibus. 

A Operação Hooligans, deflagrada em 15 de março, identificou três grupos associados à Torcida Jovem do Sport como responsáveis pelo ataque: Bonde Jovem Camaragibe, Bonde Jovem Torrões e Casa Amarela. O modus operandi do ataque, ocorrido em uma área pouco iluminada na BR-101, na Zona Oeste do Recife, sugere que tenha sido premeditado. Contudo, ainda não está claro se os perpetradores sabiam que se tratava da delegação do Fortaleza ou se confundiram o ônibus com um veículo de torcedores rivais.

A operação visa capturar suspeitos de tentativa de homicídio, provocação de tumulto, associação criminosa e dano. Novas etapas estão planejadas para identificar outros envolvidos no ataque.


Veja no vídeo abaixo imagens, gravados pelos jogadores após o ataque ao ônibus do Fortaleza, dos danos e ferimentos causados:

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem