Deputado quer vigilantes de transporte de valores portando armas de grosso calibre

 

O deputado federal Coronel Meira (PL/PE) apresentou o Projeto de Lei 997, que busca modificar a Lei 7.102 para regulamentar os armamentos disponíveis para os vigilantes, visando atender às demandas do setor de segurança privada.

O Projeto de Lei propõe o reforço no calibre das armas utilizadas pelos vigilantes, alegando a necessidade de adaptação à atual realidade brasileira, marcada pelo aumento da criminalidade e o avanço tecnológico.

Atualmente, a legislação permite o uso de revólveres calibre 32 ou 38, cassetetes de madeira ou borracha, e para os que trabalham em carros-forte, espingardas calibre 12. No entanto, isso facilita a ação de criminosos que utilizam veículos blindados roubados e armamentos de alto calibre.

O deputado justifica a proposta com base em uma sugestão do advogado Marcelo Barazal, especializado em criminologia, e aponta a defasagem da legislação vigente. Ele ressalta que os revólveres em uso atualmente são armas antiquadas, com capacidade de munição reduzida, colocando em risco a vida dos agentes de segurança privada.

Meira destaca ainda que as espingardas calibre 12 utilizadas por vigilantes de carros-forte têm capacidade de munição limitada, tornando-os vulneráveis em situações de confronto.

Ele argumenta que equipar os vigilantes com carabinas de calibre 5,56mm ou 7,62mm aumentaria sua eficácia contra criminosos, mesmo em carros blindados, devido à capacidade dessas armas de atravessar a blindagem.

O deputado menciona um estudo do FBI que aponta que 84% dos tiros disparados em confrontos armados não atingem os alvos desejados, devido ao estresse da situação. Ele defende que pistolas com capacidade de 18 disparos oferecem uma maior probabilidade de sucesso para os vigilantes em reações armadas, além de destacar a facilidade e rapidez na recarga emergencial das pistolas em comparação com os revólveres.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem