Pernambuco ganha seis novos Institutos Federais de Educação

 

Na manhã desta terça-feira (12), o Governo Federal revelou planos para estabelecer 100 novos campi dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs) em todo o Brasil. A iniciativa visa criar 140 mil vagas adicionais, principalmente em cursos técnicos integrados ao ensino médio. Pernambuco está entre os beneficiados, com a designação de seis unidades em locais estratégicos, incluindo Goiana, Santa Cruz do Capibaribe, Recife, Araripina, Águas Belas e Bezerros.

De acordo com as autoridades governamentais, o propósito dessa expansão é ampliar a oferta de educação profissional e tecnológica (EPT), proporcionando oportunidades tanto para jovens quanto para adultos, especialmente aqueles em situação de vulnerabilidade.

O presidente Lula enfatizou a importância do investimento em educação para o desenvolvimento do país: "Hoje, o que mais me encanta é viajar pelo Brasil e ver as pessoas dos municípios que visito com faixas pedindo escolas técnicas ou universidades. É com base no investimento na educação que podemos ter a certeza de que esse País vai ser de primeiro mundo. Essa é a importância da educação e por isso vamos fazer mais escolas técnicas nesse país, sobretudo para que a gente seja cidadão de primeira classe.”

Em Pernambuco, está previsto um investimento de R$ 150 milhões para a construção das novas unidades de ensino, beneficiando aproximadamente 8,4 mil estudantes.

A governadora Raquel Lyra expressou sua satisfação com a decisão, destacando o impacto positivo na educação do estado: “Estamos muito felizes por receber seis novos campi de Institutos Federais. Agradecemos ao governo Lula pelo investimento feito em nosso Estado. O IFPE irá oferecer mais oportunidades aos nossos jovens de diferentes regiões do Estado, com cursos técnicos que serão integrados ao ensino médio. É um anúncio que representa mais desenvolvimento para a educação de Pernambuco.”

O investimento total para as obras será de R$ 3,9 bilhões, com R$ 2,5 bilhões destinados à criação de novos campi e R$ 1,4 bilhão para fortalecer unidades já existentes, incluindo a construção de refeitórios, ginásios, bibliotecas, salas de aula e aquisição de equipamentos.

Atualmente, Pernambuco já conta com 132 cursos distribuídos em 16 campi, além de nove polos de Educação a Distância (EaD) em várias cidades do estado.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem