Operação autua 12 pessoas por irregularidades em empresas de água mineral

 

Doze pessoas foram autuadas em flagrante por crimes relacionados ao consumo, em uma operação realizada pela Delegacia do Consumidor (Decon) nesta sexta-feira (15), na região metropolitana do Recife. A intervenção, conduzida pela equipe tática Clean Water, identificou irregularidades em seis empresas de engarrafamento de água mineral.

Durante a ação, foram constatadas irregularidades administrativas e crimes relacionados aos processos de produção, envase e comercialização dos garrafões de 20 litros. A coordenação da operação ficou a cargo do Delegado Hilton Lira, com o apoio de policiais civis do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), além de representantes da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz-PE), Procon, Vigilância Sanitária do Recife e Neoenergia Pernambuco.

Entre as irregularidades detectadas, foram destacados problemas sanitários e fiscais. Foi identificado que as empresas utilizavam garrafões sem a devida higienização, recorrendo apenas à água para limpeza, sem o uso de detergentes apropriados. Além disso, os garrafões não possuíam o selo de controle de qualidade necessário.

No aspecto fiscal, as empresas foram flagradas em débito com os tributos estaduais, totalizando uma dívida de R$ 37 mil. Algumas delas também foram acusadas de falsificação de selos de controle fiscal.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem