Nova Carteira Nacional de Identidade é lançada em Pernambuco

 

O Estado de Pernambuco está pronto para iniciar a emissão da nova Carteira de Identidade Nacional a partir do próximo mês. Em uma cerimônia realizada nesta quinta-feira (21), o Governo Estadual oficializou a chegada do documento, ocorrida na sede do Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB), localizado em Santo Amaro, região central do Recife. A governadora Raquel Lyra (PSDB) marcou presença no evento.

De acordo com o gerente do IITB, o delegado Paulo Jean, o lançamento da nova identidade representa um marco histórico para o estado. Durante a solenidade, o governo anunciou a elaboração de um calendário com as prioridades para a emissão do documento.

O agendamento para a obtenção da nova carteira deve ser realizado através do site pcidadão.golf.br. Segundo Jean, o processo de solicitação permanece o mesmo, com a diferença de que agora há um cronograma a ser seguido. A idade mínima para a primeira emissão é de 60 anos, com a redução gradual para faixas etárias inferiores.

Além disso, o governo informou que os estudantes sem identidade serão convocados automaticamente, enquanto os idosos acima de 65 anos já poderão adquirir a nova carteira automaticamente na primeira via.


A nova Carteira de Identidade Nacional adota um padrão nacional, tendo como número único o CPF. Isso proporciona um fluxo oficial de emissão e de dados de identificação em todo o país, eliminando divergências nas informações do cidadão.

Com um sistema que permite a integração de dados de forma segura e em tempo real, o documento possibilita uma atuação integrada entre os órgãos do governo para melhor atender às necessidades dos cidadãos. Além disso, a nova carteira incorpora tecnologias e elementos de segurança, garantindo a identificação em conformidade com padrões internacionais.

Uma das inovações é a inclusão do QR Code, que facilita a verificação por parte da Segurança Pública e de unidades de atendimento públicas e privadas. Também há a adição de uma área específica no documento, a Machine Readable Zone (MRZ), que poderá ser utilizada como documento de viagem, mediante acordo entre países.


Além da emissão da nova Carteira de Identidade Nacional, as forças de segurança pública de Pernambuco receberam um importante reforço tecnológico para combater o crime. Na mesma data, foi inaugurado o Laboratório de Perícia Papiloscópica Forense, na sede do Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB), no Centro do Recife. O investimento na construção do laboratório foi de R$ 1,1 milhão.

Paulo Jean destacou a importância do laboratório para identificar suspeitos de crimes com qualidade e rapidez.




Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem