Leilão do Edifício Holiday em Boa Viagem não tem mais data

 

O emblemático Edifício Holiday, localizado em Boa Viagem, Recife, enfrenta mais atrasos em sua aguardada resolução. Fechado desde 2019 devido a problemas estruturais, o edifício de 17 andares e 476 apartamentos, construído em 1956 e reconhecido por sua arquitetura modernista, deveria passar por um leilão este mês. No entanto, a alienação do imóvel foi postergada por tempo indeterminado.

O imóvel, inicialmente destinado à habitação da classe média, sofreu ao longo dos anos com a falta de manutenção, resultando em sérios problemas estruturais e questões de segurança. Além disso, foram encontradas irregularidades nos sistemas elétrico e hidráulico, bem como o armazenamento clandestino de milhares de botijões de gás.

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) anunciou que o leilão, previamente marcado para março e abril deste ano, foi suspenso devido a mudanças no processo. O antigo titular da Vara responsável se aposentou, levando à deflagração de um novo procedimento pelo magistrado atual.

Em novembro, o juiz determinou a alienação do imóvel por leilão, visando atender à indenização dos proprietários e possibilitar a requalificação do condomínio, conforme as diretrizes legais. Um avaliador especializado foi nomeado para avaliar o imóvel e chamar os proprietários habilitados no processo.

Recentemente, o juízo da 7ª Vara da Fazenda Pública da Capital proferiu uma sentença, mantendo a interdição do imóvel até que as irregularidades sejam sanadas. Foi concedido um prazo de 10 dias para início das reformas, sob pena de medidas mais drásticas, incluindo a extinção do condomínio e a alienação do imóvel.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem