Denúncia de escassez de insulina na Farmácia do Estado

 

Pacientes dependentes da insulina Tresiba, fornecida pela Secretaria Estadual de Saúde, denunciam dificuldades desde novembro para obter o medicamento de forma gratuita. Na Farmácia do Estado, localizada na Praça Oswaldo Cruz, a resposta recorrente é a falta de canetas disponíveis, conforme denúncias dos beneficiários.

A escassez coloca os diabéticos em uma situação delicada, uma vez que o custo do medicamento é significativo, em torno de R$ 1.030 por caixa com 5 canetas. Para contornar esse desafio financeiro, alguns pacientes recorrem a um grupo no WhatsApp, onde são organizadas doações entre os membros, visando garantir o acesso à medicação e evitar consequências graves, como o colapso ou até mesmo o óbito devido à falta da dose diária necessária de insulina.

Entramos em contato com a Secretaria de Saúde sobre o problema, mas até o momento não recebemos resposta.




Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem