Campanha contra a gripe começa nesta quinta-feira em Pernambuco

 

Pernambuco recebeu uma remessa inicial de 948 mil doses da vacina contra a Influenza, o que levou a Secretaria de Saúde do Estado (SES-PE) a decidir pela antecipação da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. As doses já estão sendo distribuídas de maneira proporcional entre os 184 municípios do estado, incluindo Fernando de Noronha, a partir desta quinta-feira (7). O Programa Estadual de Imunizações (PEI-PE) autorizou os municípios a iniciarem suas estratégias de forma antecipada, assim que receberem os imunobiológicos.

Esta medida ocorre não apenas pela chegada das vacinas, mas também em resposta ao aumento da circulação de vírus respiratórios em todo o país. A secretária de saúde do Estado, Zilda Cavalcanti, reforçou a importância de que os grupos prioritários busquem os postos de vacinação mais próximos para receber a imunização.

Na capital pernambucana, equipes da Secretaria de Saúde do Recife (Sesau) estão trabalhando na distribuição entre os Distritos Sanitários, e o início da imunização será anunciado em breve.

De acordo com dados do Governo Federal, a população estimada em Pernambuco referente aos grupos prioritários da campanha é de 3.489.916 pessoas, distribuídas conforme abaixo:

  • Idosos a partir de 60 anos: 1.332.159
  • Trabalhadores de Saúde: 301.597
  • Crianças a partir de 6 meses e menores de 6 anos: 608.524
  • Gestantes e Puérperas: 102.657
  • Comorbidades: 359.168
  • Pessoas com deficiência permanente: 466.372
  • Caminhoneiros: 32.187
  • Trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros: 14.481
  • Trabalhadores portuários: 4.589
  • Forças de segurança e salvamento: 25.222
  • Forças armadas: 12.562
  • Povos indígenas: 86.087
  • Pessoas em situação de rua: 2.862
  • Funcionários do sistema de privação de liberdade: 4.436
  • População privada de liberdade 18+ e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas: 34.467

A vacina contra a influenza é trivalente, protegendo contra as cepas A H1N1, A H3N2 e o tipo B. A SES-PE tem reforçado junto aos municípios a importância da busca ativa da população elegível para imunização, disponibilizando a vacina em locais estratégicos e adotando ações como postos volantes e o acesso porta a porta para pessoas com dificuldades de locomoção.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem