10,1% dos pernambucanos com 15 anos ou mais são analfabetos, diz pesquisa

 

Os dados mais recentes da PNAD Contínua Educação 2023, divulgados pelo IBGE nesta sexta-feira (22), revelam que 10,1% dos pernambucanos com 15 anos ou mais eram analfabetos no ano passado.

Essa taxa reflete uma tendência semelhante observada em todo o Brasil e em suas Grandes Regiões, onde o índice de analfabetismo tende a aumentar com o avançar da idade. A nível nacional, 5,4% das pessoas nessa faixa etária eram analfabetas, totalizando 9,3 milhões.

Os números destacam também a disparidade entre gerações: enquanto a porcentagem de idosos analfabetos em Pernambuco atingiu 27,9%, as novas gerações apresentam acesso à educação desde cedo. Comparando com 2016, houve uma queda de 1,9% no índice de analfabetismo, indicando avanços na educação do estado.

No entanto, persistem desafios, especialmente para a população preta e parda, que continua a enfrentar as maiores taxas de analfabetismo em todas as faixas etárias. No Brasil, 7,1% das pessoas analfabetas são pardas ou pretas, enquanto 3,2% são brancas.

A região Nordeste se destaca como a área com o maior número de pessoas analfabetas, somando 5,1 milhões, distribuídas entre 2,7 milhões de homens e 2,3 milhões de mulheres.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem