SDS manda prender policiais militares que agrediram mulher em Primavera/PE

 


Após extensiva investigação, a Secretaria de Defesa Social (SDS) determinou uma pena de 30 dias de prisão para os dois policiais militares flagrados agredindo uma jovem de 25 anos no município de Primavera, na Zona da Mata Sul de Pernambuco.

Os incidentes ocorreram na madrugada de 16 de abril de 2023, nas imediações do Clube Municipal de Primavera, durante a realização de um evento. Testemunhas relataram que as agressões transcorreram do lado de fora do estabelecimento. Na ocasião, a vítima alegou ter consumido grande quantidade de bebida alcoólica e, supostamente sofrendo alucinações, buscou auxílio junto aos policiais, resultando, contudo, em agressão física.

Os nomes dos responsáveis pelas agressões são o sargento Ademir Sena da Silva e o cabo Elias dos Santos Rafael.

Conforme exposto em portaria divulgada nesta quinta-feira (1º), com base na investigação realizada pela Corregedoria da SDS, os policiais militares "utilizaram excesso de força contra a vítima, conforme consta nos autos, contrariando normas específicas de abordagem estabelecidas pela Polícia Militar de Pernambuco, conforme Procedimento Operacional Padrão".

A determinação, assinada pelo secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, ressalta ainda que houve "uso indevido de spray de pimenta contra a vítima".

A pena de 30 dias de prisão será cumprida no batalhão atualmente designado aos policiais.


Veja no vídeo abaixo imagens do incidente:




Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem