Polícia Federal prende suspeito de estuprar criança e filmar tudo em PE

 

Dois indivíduos foram detidos sob acusação de armazenamento de material pornográfico infantil durante uma operação conduzida pela Polícia Federal (PF). As prisões ocorreram em domicílios localizados no Recife e no Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana, na última terça-feira (6) e foram anunciadas oficialmente nesta quarta-feira (7).

Além das prisões, foram executados mandados de busca e apreensão em residências nas cidades do Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e Cabo de Santo Agostinho. No Cabo de Santo Agostinho, as autoridades cumpriram um mandado de prisão temporária contra um indivíduo de 38 anos, suspeito de praticar estupro de vulnerável e de registrar os abusos contra uma criança com quem mantinha convívio.

Durante a operação, o suspeito foi detido em flagrante por posse de imagens e vídeos contendo abuso infantil em um notebook, que foi apreendido para análise pericial.

Caso seja condenado, o acusado enfrentará acusações por produção, divulgação e armazenamento de material pornográfico infantil, além do crime de estupro de vulnerável, com penas que podem variar de 16 a 33 anos de reclusão. No Recife, um homem de 32 anos foi preso em flagrante após ser encontrado com arquivos contendo imagens de abuso sexual infantil, sendo investigado por divulgar esse tipo de conteúdo, podendo enfrentar uma pena de até 10 anos de reclusão.

Os detidos foram conduzidos para audiência de custódia, mas seus nomes não foram divulgados pela PF, impossibilitando o acesso ao desfecho da sessão.

A Operação Matinê teve início em 2022, com o propósito de apreender equipamentos eletrônicos e mídias contendo imagens e vídeos de abuso sexual de crianças e adolescentes. Segundo informações da PF, a operação resultou em cinco inquéritos policiais em Pernambuco.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem