Vereadora vira ré por dirigir bêbada e desacato

 

O juiz Lourival Pedro Chemim acolheu a denúncia do Ministério Público do Paraná (MPPR) contra a vereadora Maria Leticia (PV), tornando-a ré por embriaguez ao volante e desacato. A decisão datada de 15 de dezembro de 2023 aponta indícios suficientes da autoria e materialidade dos delitos, conforme declarado pelo magistrado.

A detenção da vereadora ocorreu em 25 de novembro após sua saída de um evento na capital paranaense, envolvendo-se em um acidente de trânsito. Embora tenha sido liberada, não foi exigido o pagamento de fiança devido à sua alegada condição financeira, conforme relatado pela Banda B.

A denúncia do Ministério Público alega que Maria Leticia, ao ser abordada, agiu de forma consciente e livre, desacatando os policiais militares presentes no atendimento da ocorrência, com a intenção de menosprezar a função pública. A parlamentar teria proferido palavras desrespeitosas, afirmando que os policiais enfrentariam consequências por sua posição na Câmara Municipal de Curitiba.




Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem