Terra atingiu ponto mais próximo do Sol nesta terça-feira

 

Nesta terça-feira (2/1), a Terra estará mais próxima do Sol, aproximadamente 3% mais próxima do que a média, durante o que é conhecido como "periélio", conforme dados do site americano EarthSky. Esse fenômeno é resultado da órbita não perfeitamente circular do nosso planeta ao redor da estrela, o que causa variações na proximidade entre ambos ao longo do ano.

Na quarta-feira (3/1), a distância entre a Terra e o Sol será de cerca de 147 milhões de quilômetros, cinco quilômetros a menos do que o período em que a distância é maior, denominado "afélio". A distância média entre os corpos celestes é de aproximadamente 150 milhões de quilômetros.

Durante esse período, é esperado que o Sol pareça um pouco maior no céu. Esse fenômeno é um acontecimento anual que normalmente ocorre no início de janeiro, coincidindo com o verão no Hemisfério Sul. Devido à variação na órbita da Terra, as datas exatas do periélio podem variar de ano para ano.

No Brasil, o ponto máximo de proximidade entre a Terra e o Sol neste ano está previsto para ocorrer em 2 de janeiro, às 21:38. Astrônomos e matemáticos explicam que as datas do periélio e do afélio mudam um dia a cada 58 anos, podendo variar até dois dias de um ano para outro no curto prazo. Estima-se que daqui a mais de 4 mil anos, o periélio possa coincidir com o equinócio de março, data em que o dia e a noite têm duração igual, com 12 horas cada.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem