Mulher morta durante assalto em SP era policial militar

 A policial militar Sabrina Freire Romão Franklin, de 30 anos, faleceu durante um assalto ocorrido na noite de quinta-feira (18/1) na zona Sul de São Paulo. Descrita por colegas e amigos como uma profissional dedicada, alegre e extrovertida, Sabrina servia na 3ª Companhia do 22º Batalhão havia aproximadamente um ano.

"Era uma policial exemplar. Estava sempre com um sorriso no rosto, sempre muito alegre", destaca uma colega que compartilhava o dia a dia com Sabrina. Veja abaixo o momento do assalto.

I
Ingressando na Polícia Militar há apenas dois anos, a soldado deixa o marido, também integrante da corporação, com quem havia recentemente iniciado uma nova etapa ao darem entrada em um apartamento. O casal tinha planos de construir uma família. Sabrina residia em Parelheiros, zona Sul de São Paulo, local onde foi vítima do crime enquanto retornava do trabalho para casa, por volta das 22h30.

Imagens de uma câmera de segurança registraram o momento em que dois suspeitos em uma moto se aproximaram da policial. Um dos assaltantes derrubou Sabrina no chão e, estando ela caída, efetuou disparos. Apesar dos esforços para socorrê-la, a PM não resistiu. Os criminosos fugiram levando a arma da soldado, abandonando a moto no local do crime.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem