Líder do tráfico de drogas na Joana Bezerra é preso em Natal/RN

 

A Polícia Civil de Pernambuco, em ação conjunta entre a Delegacia de Roubos e Furtos (DPRF) e a Divisão Especializada de Combate ao Crime Organizado (DEICOR) da Polícia Civil do Rio Grande do Norte (PCRN), sob a coordenação dos delegados Álvaro Grako e Diego Jardim, efetuou a prisão de um homem de 34 anos. O indivíduo era apontado como líder de uma associação criminosa responsável pelo tráfico de drogas no bairro de Joana Bezerra, região central do Recife, e por uma série de roubos a joalherias na capital pernambucana.

A operação resultou no cumprimento de quatro mandados de prisão preventiva contra o suspeito, relacionados aos crimes de homicídio qualificado, latrocínio consumado e porte ilegal de arma de fogo.

Segundo informações da polícia, o homem também é acusado de liderar um assalto a um carro-forte em fevereiro de 2019, no bairro do Pina, Zona Sul do Recife, que culminou na morte de um policial e deixou outro ferido.

Após um intenso trabalho investigativo, foi descoberto que o investigado se encontrava escondido em um condomínio de luxo na orla do bairro de Ponta Negra, em Natal (RN). Foi lá que as autoridades o localizaram e efetuaram a captura.

Diego Jardim, delegado adjunto da Delegacia de Roubos e Furtos, relatou que o indivíduo vivia tranquilamente na praia, acreditando estar longe do alcance das autoridades. Ao ser abordado em sua residência, não ofereceu resistência. Jardim também mencionou que, ao ser questionado sobre a arma, o suspeito afirmou que havia abandonado essa vida, preferindo uma existência pacífica, mesmo estando à frente da quadrilha naquele local.

A prisão representa o desfecho da Operação Rubi, deflagrada em 10 de novembro de 2023, na qual 10 pessoas foram detidas, incluindo um menor de idade, todos membros da facção criminosa ligada ao suspeito capturado em Natal.

A Polícia Civil ressalta que novas revelações podem surgir com a identificação de mais indivíduos vinculados ao grupo criminoso.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem