Justiça aceita 2ª denúncia e torna réus integrantes do Grupo João Santos

 


A Justiça Federal acolheu a segunda denúncia referente à Operação Background, que visa apurar irregularidades fiscais no Grupo João Santos. José Bernardino Pereira dos Santos, sócio majoritário, sua esposa, três filhos, um genro e sua secretária tornaram-se réus, enfrentando acusações de sonegação fiscal e trabalhista.

De acordo com o Ministério Público Federal (MPF), José Bernardino é acusado de utilizar uma imobiliária, uma loja de vestuário e a conta bancária da secretária para dissimular recursos provenientes do não cumprimento de obrigações tributárias e trabalhistas, no período compreendido entre 2014 e 2018. Os valores ilícitos envolvidos alcançam cifras bilionárias e eram direcionados para filiais e empresas fictícias.

A imobiliária, constituída em 2012, teria sido inicialmente financiada por meio de imóveis pertencentes a José Bernardino. A denúncia ressalta que tal estratégia foi adotada com o intuito de resguardar seu patrimônio imobiliário de obrigações fiscais e trabalhistas, ao mesmo tempo em que integrava capital lícito por meio da venda dos imóveis.

A participação da loja de roupas, pertencente a uma filha de José Bernardino, também é apontada no esquema de lavagem de dinheiro, evidenciando aporte significativo no capital social e transações financeiras muito acima do declarado à Receita Federal, indicando operações suspeitas.

A denúncia destaca ainda o uso da conta da imobiliária para transações sem justificativa comercial com outras empresas do grupo, dificultando a identificação de valores ilícitos. Durante o período de 2014 a 2018, a imobiliária movimentou R$ 92 milhões, dos quais pelo menos R$ 36 milhões têm origem desconhecida. A loja de roupas registrou movimentações financeiras de R$ 102 milhões, embora tenha declarado apenas R$ 47 mil à Receita Federal, com R$ 55 milhões de origem não verificada, conforme as investigações do MPF.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem