Ex de Amado Batista revela que foi expulsa de casa pelo cantor

 

Layza Felizardo, de 23 anos, relatou em entrevista ao programa Domingo Espetacular, da Record TV, que foi expulsa da residência que compartilhava com Amado Batista, seu esposo há cinco anos. A assessoria de imprensa do artista, ao ser procurada pela Quem, ainda não se manifestou até o momento. Apesar de não terem formalizado a comunhão de bens, Layza, que é 48 anos mais jovem que o cantor, afirma ter dedicado integralmente sua vida ao marido, inclusive abandonando seus estudos após o desconforto de Amado Batista. Nesse contexto, passou a depender financeiramente do cantor, que lhe concedia uma mesada de R$10 mil destinada a despesas com vestuário, cuidados pessoais e lazer.

No entanto, Layza revelou em entrevista que vivenciou um período difícil no último mês, após perdoar Amado Batista por manter conversas com outras mulheres. "Cheguei a olhar o celular dele e constatei que estava conversando com várias meninas. Eu quero respeito. Para ir até minha mãe, ele foi homem, mas me chamava de louca. Essa é uma parte que me dói muito, porque durante nosso tempo de casados nunca houve nada disso da minha parte... é difícil", desabafou. Ela também ressaltou que não houve um processo de separação convencional, mas sim uma expulsão.

Sentindo-se envergonhada, Layza revelou ter sido conduzida de carro até a casa de sua mãe, em Palmas, no Tocantins, e acrescentou: "Estou dormindo em um colchão na cozinha da casa da minha mãe...". Após o episódio, Layza e Amado trocaram mensagens, sendo que o cantor teria proposto um valor de R$ 60 mil, a serem pagos em seis parcelas, como compensação pela separação.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem