Combustíveis e gás ficarão mais caros a partir desta quinta-feira

 

A partir de quinta-feira, dia 1º, entra em vigor um novo ajuste no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), refletindo diretamente nos preços dos derivados do petróleo. O tributo sobre a gasolina, por exemplo, sofrerá um acréscimo de R$ 0,15, elevando sua taxa para R$ 1,37, o que pode resultar em um preço final de R$ 5,71. De acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o valor médio atual é de R$ 5,56.

O óleo diesel também será impactado, com um reajuste de R$ 0,12, elevando seu valor para R$ 5,95. Já o Diesel S10 ultrapassará a marca de R$ 6 por litro. O gás de cozinha (GLP) experimentará um aumento de 2%, em comparação ao preço médio de compra de R$ 100,98. Com uma elevação de R$ 0,16 por quilo, o botijão de 13kg atingirá R$ 103,06.

Este é o primeiro aumento no imposto estadual desde 2022, quando o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro estabeleceu a cobrança do ICMS por meio de uma alíquota única nacional, congelando as taxas por um ano. Em outubro, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou uma lei destinada a disponibilizar R$ 27 bilhões para compensar estados e municípios pelas perdas de arrecadação resultantes da redução do ICMS.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem