CARNAVAL 2024: Novos detalhes do Galo Gigante são revelados

 

A gestão municipal do Recife divulgou informações adicionais sobre a estrutura do "Galo Mensageiro da Paz", concebido pelo artista plástico, designer e consultor Leopoldo Nóbrega, com produção executiva a cargo de Germana Xavier.

Neste ano, a montagem do Galo está programada para ocorrer na ponte Duarte Coelho, no centro da cidade, e destaca-se por sua abordagem voltada à sustentabilidade ambiental e à inclusão de idosos e povos originários.

Atualmente em fase de produção no ateliê situado no bairro do Rosarinho, na Zona Norte do Recife, a estrutura será transportada para a ponte no próximo sábado (3) para a montagem. O Galo Mensageiro da Paz será erguido na quarta-feira seguinte (7), às 20h30, ao som de uma orquestra de frevo no local, para deleite dos foliões recifenses e de todo o mundo. Leopoldo Nóbrega revelou que as penas da estrutura exibirão a palavra "paz" em 16 idiomas. "As cores predominantes no Galo deste ano são mais suaves, remetendo ao branco. As penas apresentam tons neon mais vibrantes, evocando a imagem tradicional do Galo", declarou.

Cerca de 500 metros de material foram empregados no total, com o intuito de minimizar os impactos ambientais, pois o material utilizado pode ser reconfigurado. Além disso, mais conduítes foram incorporados em algumas partes da crista. "O material é altamente sustentável e pode ser reutilizado diversas vezes. A seleção cuidadosa dos materiais foi fundamental para a elaboração do Galo deste ano", enfatizou Leopoldo Nóbrega. Os pés foram confeccionados pelo próprio Leopoldo, exibindo cores vibrantes que representam as características do Galo. Vale ressaltar que a estrutura foi construída a partir de materiais reaproveitados do ano anterior.

Quanto ao restante do corpo, aproximadamente mil penas foram costuradas e pintadas, utilizando-se materiais descartáveis como banners, lonas e cartazes. Todo o processo de costura foi realizado por mulheres. "Inicialmente, planejamos fazer 800 penas, depois 900 e, por fim, 1.000. As artistas encarregaram-se da limpeza, corte, costura e união de cada peça. No total, foram empregados 2.000 metros de lona para o corpo e asas do Galo, parte desse material sendo proveniente de excedentes do ano anterior", esclareceu Nóbrega.




Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem