Vigilante do Coco Bambu no Derby foi morto e teve arma roubada

 


Um vigilante de 38 anos foi assassinado a tiros na entrada do restaurante Coco Bambu, localizado no bairro do Derby, no Centro do Recife, na manhã desta quinta-feira (14). Segundo informações da Polícia Civil, o crime ocorreu durante a madrugada e suspeita-se que tenha sido um caso de latrocínio, roubo seguido de morte.

Identificado como Claudemir Batista, o vigilante foi encontrado com ferimentos causados por disparos, um na testa e outro no peito. O incidente ocorreu no momento da troca de turnos dos profissionais de segurança do estabelecimento.

Apesar da arma do vigilante ter sido levada, seu celular e carteira permaneceram no local. O corpo foi descoberto por um entregador de aplicativo, que imediatamente tentou prestar socorro à vítima e acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Veja no vídeo abaixo o depoimento de um entregador de APP que encontrou o vigilante beleado:

Ao chegar ao local, a equipe do Samu constatou o óbito de Claudemir Batista. Seu corpo foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML) no bairro de Santo Amaro, também no Centro do Recife.

O crime está sendo investigado pela Força-Tarefa de Homicídios da Capital, conforme informou a Polícia Civil. Em comunicado, o Coco Bambu lamentou o ocorrido, expressando tristeza pela perda de Claudemir, que era "muito considerado e querido por todos". A empresa declarou apoio à família da vítima e se comprometeu a colaborar com as autoridades para esclarecer os fatos.


NOTA DA POLÍCIA CIVIL DE PERNAMBUCO

"A Polícia Civil de Pernambuco informa que está investigando o roubo seguido de morte (latrocínio), que vitimou um homem de 38 anos. O fato aconteceu na madrugada desta quinta (14), no bairro do Derby, no Recife. A vítima trabalhava como segurança de um estabelecimento comercial no local. Foi instaurado inquérito policial para apurar todos os fatos, identificar a autoria e confirmar a motivação do crime. As diligências já foram iniciadas e seguirão até a completa elucidação. O caso está sob o comando do DHPP. "

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem