Renato Cariani rebate Polícia Federal e Imprensa - O que acha?

 Renato Cariani, recentemente alvo de uma operação da Polícia Federal, optou por esclarecer algumas das notícias veiculadas sobre o caso em suas redes sociais. No Instagram, através dos stories, anunciou que forneceria sua versão dos acontecimentos.

“Somente ontem eu tive acesso aos autos do processo. Portanto, hoje sairá em meu canal um vídeo esclarecendo as notícias mais absurdas que vêm saindo na internet. Peço a você, que sempre me acompanhou, que assista e conheça a verdade sobre tudo o que está sendo veiculado”, solicitou.

Por meio de um vídeo em seu canal no YouTube, o influenciador fitness abordou as notícias recentes: “Quanto mais eu abro a internet, quanto mais eu vejo as notícias, mais indignado eu fico. Ontem [quarta-feira, 13/12], eu tive acesso aos autos do processo. Eu realmente agora consegui entender o que está acontecendo em detalhes. Eu vim aqui mostrar pra vocês algumas das notícias pra vocês terem uma noção de como está sendo divulgada”, esclareceu.

Após elucidar o significado do termo “puríssimo” em uma troca de e-mails com um cliente, destacando que se referia ao cloreto de sódio (sal) utilizado para a fabricação de soro fisiológico, Renato também comentou sobre as supostas mensagens entre ele e uma sócia, datadas de quase 10 anos atrás.

Renato Cariani, recentemente alvo de uma operação da Polícia Federal, optou por esclarecer algumas das notícias veiculadas sobre o caso em suas redes sociais. No Instagram, através dos stories, anunciou que forneceria sua versão dos acontecimentos.

“Somente ontem eu tive acesso aos autos do processo. Portanto, hoje sairá em meu canal um vídeo esclarecendo as notícias mais absurdas que vêm saindo na internet. Peço a você, que sempre me acompanhou, que assista e conheça a verdade sobre tudo o que está sendo veiculado”, solicitou.

Por meio de um vídeo em seu canal no YouTube, o influenciador fitness abordou as notícias recentes: “Quanto mais eu abro a internet, quanto mais eu vejo as notícias, mais indignado eu fico. Ontem [quarta-feira, 13/12], eu tive acesso aos autos do processo. Eu realmente agora consegui entender o que está acontecendo em detalhes. Eu vim aqui mostrar pra vocês algumas das notícias pra vocês terem uma noção de como está sendo divulgada”, esclareceu.

Após elucidar o significado do termo “puríssimo” em uma troca de e-mails com um cliente, destacando que se referia ao cloreto de sódio (sal) utilizado para a fabricação de soro fisiológico, Renato também comentou sobre as supostas mensagens entre ele e uma sócia, datadas de quase 10 anos atrás.

"Primeira coisa, de verdade, eu quero levantar a autenticidade dessas conversas. Eu vou pedir isso porque ali tá bem fora de contexto, então eu não consigo nem identificar. Mas eu vou supor, porque fazem 10 anos, essa conversa é de 2014, que de repente eu não tenha memória de elefante e pode ter havido essa conversa”, garantiu após detalhar o papo.

Em seguida, o influenciador ainda pediu desculpas por estar exaltado e contou os motivos: “Você desculpem a minha energia, a minha irritação, porque, à medida que vou lendo isso, vou ficando indignado. Tá acontecendo comigo, eu tô assistindo isso de plateia, eu tô vendo o meu filho, de 10 anos, me perguntar o que está acontecendo porque os amiguinhos dele estão falando”, afirmou.

Logo depois, Renato Cariani reclamou: “Estão vinculando a minha empresa com organização criminosa, colocando nomes de substâncias entorpecentes, [falando] ‘ah, pra fabricação disso’. Todo mundo virou químico pra saber, faz até as contas”, pontuou, antes de completar:

“Eu não estou dizendo que não há, aqui dentro [em meio a 72 mil notas emitidas em seis anos], o risco. Há. O que estou deixando claro pra vocês é que essa empresa tem 42 anos de história. Eu tenho uma sócia que é um exemplo de pessoa, que criou a empresa do zero”.

E finalizou: “Eu preciso preparar minha defesa, sabe por quê? Porque existe toda essa repercussão da mídia, mas existe a minha lisura também. Entraram [a polícia] na minha casa, estou sendo vítima de um processo. Eu não posso sabotar a minha defesa porque corre em segredo de Justiça por isso que tive que expor todas as mensagens da mídia, porque aí não sou eu que estou explanando. Isso não poderia estar na mídia. Mas tem muito mais coisa pra esclarecer, que eu vou esclarecer. Masm primeiro eu vou, literalmente, fazer minha defesa”.

“Isso não vai me derrubar”, garantiu Renato Cariani.

Renato Cariani usou as redes sociais, na quarta-feira (13/12), para fazer um desabafo após ser alvo de uma ação da Polícia Federal. Nos stories do Instagram, o influenciador fitness disse que a última terça-feira (12/12) foi o dia mais difícil da sua vida. Na gravação, ele afirmou que tudo isso não vai derrubá-lo.

“Ontem eu tive um dos dias mais difíceis da minha vida. É muito triste você ver a cada notícia o quanto você é machucado, ferido e a quantidade de absurdos que são escritos. A maneira como a mídia se apropria da sua imagem e constrói uma coisa horrorosa”, falou ele.

O influenciador continuou: “Mas ontem foi ontem e hoje é hoje. Hoje acordei falando o seguinte: ‘Vou fazer o meu dia como tem que ser. Energia, força, coragem’. Afinal de contas, eu sei a pessoa que eu sou, eu sei o trabalho que eu faço, eu sei o quanto eu luto todos os dias pra construir minha história, minha jornada, minhas empresas”, completou Renato Cariani.

Em seguida, ele agradeceu as mensagens de carinho. “Isso não vai me derrubar. Obrigada por tantas postagens de carinhos de vocês”, encerrou.

A operação contra Renato Cariani

O influencer fitness Renato Cariani foi alvo da Polícia Federal (PF) em uma operação com objetivo de reprimir e desarticular uma organização criminosa que desviou produtos químicos para produção de drogas. As equipes cumpriram mandados de busca e apreensão na manhã da última terça-feira (12/12), na Anidrol, indústria química na Grande São Paulo que tem Carinani como sócio.

A ação, batizada de Operação Hinsberg, teve apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público de São Paulo (MPSP), e da Receita Federal.

Quem é Renato Cariani

Um nome do mundo fitness ganhou notoriedade nesta terça-feira (12/12), após a Polícia Federal (PF) realizar uma operação com o objetivo reprimir e desarticular uma organização criminosa que desviou produtos químicos para produção de drogas. Renato Cariani, de 47 anos, foi um dos alvos da ação dos agentes que cumpriram mandados de busca e apreensão na Anidrol, indústria química na Grande São Paulo que tem Carinani como sócio.

Mas quem é ele? Renato Cariani é um dos maiores influenciadores fitness do Brasil e soma mais de 7,3 milhões de seguidores no Instagram e outros 6,3 milhões de seguidores no YouTube.

Em sua biografia no Instagram, ele se define como professor química e de educação física, atleta profissional, empresário e youtuber. As funções do profissional vai além de ser apenas um instrutor de condicionamento físico, ele é uma espécie de coach.

Em seu site oficial, Renato, que tem formação em química, educação física e administração de empresas, afirma que a “Nação Renato Cariani é o lugar onde você encontra tudo o que precisa para sua transformação pessoal. Aqui, você terá acesso a conteúdos online que acelerará a sua evolução”.

Conhecido por suas consultorias, o influenciador do mundo fitness está sempre posando ao lado de famosos nas redes sociais, como o apresentador Danilo Gentili e o cantor MC Daniel.

Na descrição de seu curso, Renato tem aulas de musculação, cozinha fácil, nutrição, mente sob controle, como criar um canal de YouTube, investimento do zero e inglês. Os valores variam de R$ 358,80 a R$ 598,80 por ano.

Renato Cariani sempre contou nas redes sociais que o fato de ter sido vítima de bullying na infância foi sua motivação para entrar no mundo fitness. Assim, ele se tornou fisiculturista em 2020 e passou a ganhar competições pelo mundo.

INSCREVA-SE

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem