Protesto chama atenção para PE-304, a "pior estrada de PE"

 


A página Tabira no Insta, originária da cidade pernambucana de Tabira, compartilhou um vídeo revelando a alarmante situação da Rodovia Estadual PE 304, conectando Tabira a Água Branca, na Paraíba. O vídeo destaca a contínua precariedade que assola essa via há muitos anos, tornando-se um verdadeiro problema público.

Popularmente conhecida como a "estrada da morte", a PE 304 tem sido palco de inúmeros acidentes graves, resultando, em alguns casos, em fatalidades. No entanto, parece ter sido esquecida pelas autoridades estaduais, tornando-se um problema crônico.

As imagens e o vídeo divulgados revelam a grave condição dessa estrada vital para o tráfego e comércio entre ambas as cidades e estados. O asfalto encontra-se deteriorado, repleto de buracos, rachaduras e remendos. A sinalização é deficiente, a iluminação é precária e a segurança é praticamente inexistente.

Tal cenário põe em risco a vida dos motoristas que dependem dessa via, bem como a segurança de passageiros e pedestres que a utilizam.

Inúmeros acidentes fatais têm sido atribuídos à má qualidade do asfalto remanescente. O vídeo compartilhado pelo Tabira no Insta serve como um apelo urgente à governadora Raquel Lyra (PSDB), que assumiu o cargo em janeiro deste ano, para agir prontamente na revitalização dessa estrada. A situação também é conhecida pelo Secretário de Articulações no Pajeú, Mário Viana Filho, que parece inerte diante do problema, mesmo sendo um dos conhecedores da real situação da rodovia.

O abandono da PE 304 teve início durante a gestão do governador Eduardo Campos (PSB) e se prolongou ao longo de oito anos, inclusive durante a administração do governador Paulo Câmara, também do PSB. Contudo, até o momento, nenhuma solução foi apresentada pela atual governadora Raquel Lyra e seu articulador regional.

Gestões anteriores e a atual não investiram, nem estão investindo na melhoria dessa via. Os moradores de Tabira e cidades circunvizinhas não podem mais aguardar. Eles necessitam urgentemente de uma rodovia segura, confortável e eficiente que promova o desenvolvimento econômico e social da região.

A PE 304 não pode continuar sendo conhecida como a "estrada da morte". Medidas eficazes devem ser tomadas para reverter essa situação calamitosa e proporcionar segurança a todos que utilizam essa importante via de ligação entre os estados de Pernambuco e Paraíba.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem