PM é preso por agredir com socos e matar esposa em SP

 

Na madrugada do último domingo (3), o soldado da Polícia Militar Thiago Cesar de Lima, 36 anos, foi preso em flagrante após matar a tiros sua esposa, Erika Ferreira, 33 anos, durante uma discussão em São Paulo. A audiência de custódia realizada nesta segunda-feira converteu sua prisão para preventiva.

O crime foi capturado por uma câmera de segurança na Rua Bananalzinho, no bairro Perus. As imagens são impactantes: Erika tenta remover à força o marido do banco de trás do carro. Uma vez fora do veículo, uma discussão se inicia, seguida por agressões físicas por parte do homem. Ele saca uma arma e dispara duas vezes contra ela a curta distância. Ferida, Erika cambaleia antes de cair. O agressor a coloca no carro e a leva ao Pronto-Socorro de Taipas, onde ela chega sem vida.

Veja no vídeo abaixo o momento do crime:

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo relatou que Thiago foi preso ao procurar atendimento médico. Ele alegou aos policiais que atirou acidentalmente durante a discussão e tentou socorrê-la. Uma pistola calibre .40 foi apreendida para perícia. O caso foi registrado como feminicídio pela 4ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), e o policial foi encaminhado ao Presídio Militar da Romão Gomes, onde permanece detido. A Corregedoria da instituição também foi acionada.

O relacionamento entre o policial e Erika tinha apenas seis meses. Postagens nas redes sociais deles mostram fotos da cerimônia de casamento realizada em maio, declarações de amor e registros da lua de mel. Em uma das publicações, Erika comentou: "Você é minha alegria diária".

Erika foi velada e sepultada na tarde desta segunda-feira no Cemitério Vale das Colinas, bairro Vila Josefina, em Franco da Rocha. Ela deixa duas filhas. A família emitiu uma nota nas redes sociais, expressando tristeza pelo ocorrido e solicitando privacidade.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem