Pais de Amanda Wanessa esperam por 7 horas para vistar a filha e marido não deixa

 

Os familiares de Amanda Wanessa, que se encontra em processo de recuperação após um grave acidente automobilístico há mais de dois anos, denunciaram o marido da cantora, Dobson Santos, por impedir o acesso deles à residência da artista. Tal ação descumpre uma ordem judicial que assegura aos parentes o direito de passar, no mínimo, quatro dias por semana ao lado dela.

O incidente ocorreu no condomínio onde Amanda reside, localizado em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. Os pais e a irmã da cantora, vindos de Barreiros, a aproximadamente 96 quilômetros de distância, permaneceram em frente à casa por mais de sete horas na quinta-feira (30), porém, não conseguiram acesso ao imóvel conforme determinado pela decisão judicial.

Danyele Mendes, irmã de Amanda, relatou que chegaram por volta das 15h e, após tentativas frustradas de contato com Dobson através da portaria do condomínio, foram informados de que não teriam permissão para entrar, mesmo com a ordem judicial que respalda o direito de visitação da família.

Diante da ausência de resposta, a família acionou a Polícia Militar, conforme orientação da advogada, para registrar um Boletim de Ocorrência devido ao descumprimento da decisão judicial que permite a visita regular à cantora.

Elenilda Mendes, mãe de Amanda, expressou sua perplexidade diante da atitude de afastamento da família, enfatizando o cuidado prestado à cantora durante o período de sua recuperação. Ela ressaltou a importância da presença da família no apoio à filha que, desde o acidente, enfrenta dificuldades.

O processo movido pelos familiares de Amanda segue em sigilo judicial. Segundo relatos, a decisão datada de 22 de novembro estipula que a família possa permanecer com a cantora por, no mínimo, quatro dias semanais, iniciando às 10h da quinta-feira e encerrando às 18h do domingo.

A cantora gospel Amanda Wanessa sofreu um grave acidente em janeiro de 2021, na PE-60, município de Rio Formoso, Zona da Mata Sul de Pernambuco, envolvendo seu veículo e dois caminhões. Após o acidente, permaneceu internada por 642 dias no Hospital Português, no Recife. O inquérito policial concluído em junho não atribuiu culpados pelo ocorrido, mas constatou que a cantora dirigia a 130 quilômetros por hora no momento do acidente.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem