Fiscais do ENEM em PE ainda não receberam pagamento pelos dias trabalhados

 

Coordenadores, aplicadores e fiscais envolvidos na aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) em Pernambuco, nos dias 5 e 12 de novembro deste ano, ainda aguardam o recebimento dos pagamentos devidos, conforme relatos dos colaboradores. Mesmo após trabalharem cerca de 12 horas por dia nos dois dias de aplicação, os valores acordados não foram repassados, ultrapassando o prazo estipulado de 30 dias para o pagamento.

Segundo informações, cada fiscal contratado foi designado para funções específicas durante a aplicação do ENEM 2023, com expectativa de remuneração variando entre R$80 e R$320 por dia de prova. O trabalho é descrito como exaustivo, dado o período integral dedicado à aplicação do exame.

A responsabilidade pelo pagamento recai sobre a banca organizadora do exame, a CEBRASPE, que, segundo informações, deveria ter realizado os repasses com os recursos já recebidos do INEP e do Ministério da Educação desde a data da aplicação. A situação se estende também aos coordenadores regionais encarregados da organização do exame em Pernambuco, os quais ainda não tiveram seus valores compensados.

Diferentemente dos procedimentos anteriores, nos quais os pagamentos eram efetuados no dia subsequente à realização do exame, no último ano houve uma mudança no método, estabelecendo-se um prazo de 30 dias para a quitação dos valores devidos aos colaboradores.

Relatos indicam que em outros Estados os colaboradores já receberam seus pagamentos, mas em Pernambuco persiste esse problema. Manifestações de descontentamento têm sido expressas por colaboradores através das redes sociais, apontando a demora e a falta de transparência no processo, além de questionarem o destino dos recursos destinados pelo Governo Federal para a remuneração daqueles que contribuíram com a aplicação da prova.

Até o momento, tanto o Cebraspe quanto o Ministério da Educação não se manifestaram sobre a questão.


8 Comentários

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

  1. Fala sobre isso Cardinot. Não tô vendo ninguém em PE falando disso. Tô acompanhando a situação e do zelador ao coordenador tem gente sem receber e tem estado que o CEBRASPE afirma ter pago e tem gente que comenta que é desses estados e diz que ainda não recebeu. Mais de 45 dias de espera... Assim não dá...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade já entrei em contato com várias emissoras e ninguém fala sobre o assunto

      Excluir
  2. Isso é um absurdo q a Cebraspe estar fazendo, o prazo de pagamento já passou faz tempo. Passamos os dois domingos confinado, gastamos dinheiro com locomoção e alimentação, acreditando que iríamos
    Ser pagos. Isso é uma
    Vergonha, principalmente vindo de uma banca tão grande e reconhecida.

    ResponderExcluir
  3. Um absurdo sem tamanho mesmo, muito mais de 30 dias e até agora nada.

    ResponderExcluir
  4. É um absurdo a postura da banca CEBRASPE,trabalhamos ,dedicamos no tempo e até o momento não recebemos o valor que foi acordado. É uma falta de respeito e de compromisso com aqueles(aquelas) que ainda aguardam o pagamento.

    ResponderExcluir
  5. Que situação horrível! Dedicamos nosso tempo para trabalhar e agora estamos nessa situação, CEBRASPE precisamos do nosso dinheiro URGENTE!

    ResponderExcluir
  6. Absurdo o que estão fazendo conosco. Foram dois dias exaustivo e de intensa dedicação, e acreditamos que iríamos receber o pagamento. Não trabalhei porque acho bonito, trabalhei porque preciso do dinheiro e até agora nenhuma resposta nos foi dada, ninguém falando sobre, enquanto isso, o pagamento NADA.

    ResponderExcluir
  7. Trabalhei como chefe de sala e essa foi a primeira vez que aconteceu isso. Já mandei email mas não obtive resposta alguma, só fazem enrolar . Espero sinceramente que quando resolverem pagar venha com correção e juros.

    ResponderExcluir
Postagem Anterior Próxima Postagem