Ex-deputado é condenado por apalpar seios de Isa Penna durante sessão em SP

 

O ex-deputado estadual de São Paulo, Fernando Cury, foi condenado nesta quarta-feira, dia 06, por importunação sexual contra a então colega Isa Penna (PCdoB) no plenário da Assembleia Legislativa de São Paulo (ALESP) em dezembro de 2020. A sentença determinou um ano e dois meses de reclusão em regime aberto, porém, foi substituída pela juíza Teresa Maria de Almeida Magalhães, da 18ª Vara Criminal da Barra Funda, por prestação de serviços comunitários e pagamento de 20 salários mínimos. Cabe recurso por parte do ex-parlamentar.

A magistrada justificou a substituição da pena, alegando que os requisitos para decretação de prisão preventiva não foram configurados.

O episódio de importunação sexual foi capturado por câmeras da Alesp e registrado em vídeo. Nas imagens, observa-se Fernando Cury se aproximando e abraçando a então colega por trás. Isa Penna acusou o parlamentar de ter tocado seus seios e nádegas durante o ocorrido.

Em uma decisão inédita em abril de 2021, a Alesp aprovou por unanimidade a suspensão do mandato de Fernando Cury. Posteriormente, ele foi expulso do partido ao qual pertencia na época, o Cidadania. No pleito de 2022, Cury concorreu ao cargo de deputado estadual, porém não foi reeleito.

Veja no vídeo abaixo o registro do fato:





Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem