64 sites ilegais na internet são derrubados pela polícia pernambucana

 

Uma iniciativa conjunta envolvendo autoridades do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e órgãos de segurança do Brasil e de outros quatro países desencadeou a Operação 404, visando combater delitos de violação de propriedade intelectual na internet.

A ação coordenada resultou na derrubada de 64 sites envolvidos na distribuição ilegal de filmes, séries, músicas e transmissões de jogos de futebol, com destaque para a participação efetiva da Polícia Civil de Pernambuco.

Além do território brasileiro, a operação foi executada simultaneamente no Peru, Argentina, Estados Unidos e Reino Unido.

Segundo informações da Polícia Civil de Pernambuco, foram cumpridos 22 mandados de busca em diversas localidades do Brasil. Dois mandados de prisão foram efetuados, um em Minas Gerais e outro na Argentina, envolvendo indivíduos acusados de violação de direitos autorais, crime passível de pena de dois a quatro anos de detenção.

O desdobramento da operação incluiu o bloqueio de 238 sites e 12 aplicativos de streaming ilícitos, além da eliminação de perfis e páginas em redes sociais e a desindexação desses conteúdos em mecanismos de busca.

Colaboraram também na ação autoridades policiais e agências de aplicação da lei de outros países participantes, resultando no bloqueio de cerca de 368 sites e na execução de dois mandados de busca e apreensão em territórios estrangeiros.

Durante as diligências, foram apreendidos equipamentos computacionais, incluindo diversos discos rígidos internos, que serão submetidos à perícia para análise detalhada. De acordo com o delegado titular da Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos, Eronides Meneses, a Polícia Civil de Pernambuco foi acionada pelo Governo Federal para colaborar com as investigações em conjunto com as autoridades internacionais.

O delegado ressaltou: "Recebemos um comunicado do Ministério da Justiça e Segurança Pública em outubro e iniciamos as investigações para colaborar na identificação de serviços de pirataria na internet, assim como na identificação de vírus compartilhados por esses sites clandestinos. Foram identificados 64 sites. Solicitamos à Justiça a autorização para desativá-los. Esta é uma operação anual e a Polícia Civil é pioneira nesse tipo de investigação."

A operação foi conduzida com base em pedidos legais e colaboração entre órgãos nacionais e internacionais, buscando coibir práticas ilegais que infringem os direitos autorais na internet.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem