Polícia prende líder de organização criminosa do litoral sul

 

Na tarde desta quarta-feira, dia 09, uma operação conjunta realizada pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado de Pernambuco (FICCO/PE) da Polícia Federal e o Departamento de Repressão ao Narcotráfico (DENARC) da Polícia Civil do estado resultou na prisão de um dos líderes da Facção Criminosa Comando do Litoral Sul. A facção tem atuação na região de Ipojuca e áreas adjacentes.

O alvo da ação estava sendo procurado pelas autoridades e tinha um Mandado de Prisão Preventiva em seu desfavor, emitido pelo Juízo da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Jaboatão dos Guararapes. A prisão ocorreu em um imóvel que servia como ponto de apoio para outros membros da facção criminosa. Além disso, foram encontrados dois veículos de propriedade ainda sob investigação.

Na ocasião da prisão, uma pistola Taurus calibre 9 milímetros, três carregadores e diversas munições do mesmo calibre foram apreendidos, juntamente com quantidades pequenas de cocaína e maconha. As ações desta operação têm conexão com investigações anteriores conduzidas pela FICCO-PE e pela Polícia Civil de Pernambuco, centradas nas lideranças da facção criminosa Comando do Litoral Sul, a qual é associada ao tráfico de drogas e a uma série de homicídios na região de Ipojuca.

A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado é parte de um programa de abrangência nacional, visando conter atividades criminosas violentas, como tráfico de drogas e armas, assaltos e homicídios cometidos por organizações criminosas. No estado de Pernambuco, a FICCO reúne representantes das polícias Civil, Federal, Militar, Penal e Rodoviária Federal, que atuam de forma colaborativa, compartilhando recursos sob a coordenação do governo federal.

Devido às evidências de envolvimento em crimes de tráfico de drogas e posse de arma de fogo roubada, o detido foi autuado em flagrante pelo DENARC/PCPE e aguardará a Audiência de Custódia a ser conduzida pelo órgão judiciário competente.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem