PM acusado de ameaça e crime sexual é expulso da PMPE

 

Um soldado pertencente à Polícia Militar de Pernambuco foi oficialmente expulso da corporação em decorrência de um incidente ocorrido em maio de 2018. O fato ocorreu no bairro de Areias, situado na Zona Oeste do Recife, quando o agente de segurança ameaçou uma mulher com uma arma de fogo, a qual portava ilegalmente, além de exibir seu órgão genital para a vítima.

A exclusão do policial foi formalizada por meio de uma portaria, assinada pela secretária Carla Patrícia Cunha, e sua divulgação consta na edição desta terça-feira (8) do Diário Oficial do Estado.

Segundo informações das investigações conduzidas, o soldado envolvido constrangeu a mulher, tentando forçá-la a entrar em um veículo no qual estava presente. A polícia também destacou que o policial estava na posse de munições do 12º BPM sem a devida autorização. No momento de sua detenção, o policial conseguiu abrir a porta traseira da viatura policial e empreendeu fuga, sendo posteriormente recapturado após uma perseguição.

As acusações formais contra o soldado abrangem desobediência, resistência mediante ameaça ou violência - quando o mesmo se recusou a se entregar e precisou ser algemado - porte ilegal de arma de fogo e constrangimento ilegal.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem