Pernambucana é a estudante mais idosa do mundo

 

PETROLINA - No Centro de Educação de Jovens e Adultos João Barracão, em Petrolina, no sertão pernambucano, uma notável figura se destaca na turma do 3º módulo. Maria Edelzuita de Souza carinhosamente conhecida como Dona Edelzuita, não apenas esbanja uma notável determinação em aprender, mas também mantém uma frequência escolar exemplar. Aos impressionantes 94 anos, ela se tornou um símbolo de perseverança ao embarcar em uma jornada educacional, tornando-se possivelmente a aluna mais idosa do mundo na educação básica.

Dona Edelzuita embarcou em sua jornada educacional aos 93 anos, no ano de 2022, com o objetivo de realizar um sonho profundamente enraizado em sua história pessoal: aprender a ler e escrever. A oportunidade lhe foi negada durante sua infância, quando seu pai, um lavrador, acreditava que a educação poderia ser perigosa para jovens do sexo feminino. A ideia de meninas aprendendo a escrever "cartas para os namorados" era vista com suspeita. Sua mãe, que era letrada, fez o que pôde para transmitir a ela as letras, sílabas e a arte de formar palavras. No entanto, por muitos anos, isso representou o alcance de sua instrução.

Convicta do poder transformador da educação, Dona Edelzuita priorizou os estudos de seus nove filhos com o marido José Rufino. Graças ao seu incentivo, todos os filhos concluíram o Ensino Médio e seguiram caminhos profissionais de sua escolha. Após o falecimento de seu companheiro, com quem compartilhou seis décadas de vida, Dona Edelzuita finalmente encontrou o momento para resgatar o sonho adiado de sua infância. Com determinação e entusiasmo, matriculou-se na escola com um único desejo: aprender.

"O estudo é a chave para o conhecimento completo. A escola nos proporciona aprendizados valiosos. Eu gostaria de ser jovem novamente para começar agora e continuar até a faculdade", compartilha a estudante, cujo anseio por conhecimento não tem limites. Seu novo sonho é concluir a escrita de um livro que narrará sua própria trajetória inspiradora.


Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem