Mulher feita e controlada por IA apresenta telejornal na Ásia

Sana, Lisa, Aparajita e Fatma são os mais recentes rostos que tomaram conta das telas de televisão no sul da Ásia. Esses apresentadores são, na verdade, inteligências artificiais (IA) desenvolvidas para trazer notícias atualizadas e informações em diversos idiomas para o público.

A tecnologia por trás desses chatbots de IA é notável, permitindo que discutam uma ampla variedade de tópicos de notícias de forma incansável, além de serem capazes de se expressar em vários idiomas. A sua presença na televisão está remodelando o futuro da indústria, ao proporcionar uma entrega de notícias eficiente e com um custo mínimo.

Sana, que é apresentada pela vice-presidente do grupo de mídia India Today, Kalli Purie, tem sido elogiada por suas habilidades linguísticas e capacidade de se expressar com brilhantismo. Além disso, a primeira apresentadora de notícias de IA da Odisha TV, Lisa, orgulha-se de entregar notícias em Odia, o idioma mais falado na região.

Embora esses apresentadores de IA sejam baseados em estereótipos de beleza predominantes na sociedade indiana, com aparências finas e de pele clara, eles têm a capacidade de oferecer concorrência no país com a segunda maior população do mundo e 22 idiomas oficiais.

Além do sul da Ásia, apresentadores de IA semelhantes também surgiram em Bangladesh e no Paquistão, aumentando ainda mais o alcance e a diversidade da entrega de notícias nesses países.

Enquanto a chegada da inteligência artificial na televisão levanta questões sobre o impacto nos empregos humanos, as empresas por trás dessas inovações garantem que os apresentadores de IA serão orientados por profissionais humanos reais, como editores e apresentadores.

A indústria de mídia aparenta estar entusiasmada com as possibilidades que a IA pode trazer, abrindo caminho para a exploração de novas tecnologias que podem revolucionar o cenário midiático. Contudo, também existem preocupações quanto ao controle total de informações, o que pode dificultar o acesso a notícias reais e gerar debates sobre manipulação de massa.

À medida que a tecnologia avança, resta aguardar como a IA continuará a moldar a indústria de mídia e a relação entre os telespectadores e os apresentadores.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem