Mesmo com multa, greve do metrô continua

 

Passageiros enfrentam dificuldades no segundo dia de greve do Metrô do Recife, nesta sexta-feira, dia 04, no Grande Recife. O Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-6) determinou que o Sindicato dos Metroviários assegure a circulação de 60% da frota nos horários de pico e 40% nos demais períodos. No entanto, diversas estações permanecem fechadas.

A categoria iniciou a greve por tempo indeterminado na quarta-feira, dia 02, e a ordem para manutenção dos percentuais mínimos de operação foi proferida pelo TRT na quinta-feira, dia 03. O tribunal estabeleceu uma multa de R$ 60 mil por dia em caso de descumprimento por parte dos grevistas.

Na estação de Cajueiro Seco, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, os passageiros enfrentaram longas filas no terminal de ônibus e foram surpreendidos com o fechamento da estação.

Com as estações do metrô fechadas, os passageiros têm recorrido aos ônibus. No entanto, uma queixa frequente é o aumento do tempo de viagem, já que a ausência do metrô impacta o sistema de transporte como um todo. A maior quantidade de pessoas nos ônibus também afeta os passageiros que normalmente utilizam esse meio de transporte.

Diariamente, 220 mil pessoas são transportadas pelo metrô na Região Metropolitana, sendo 40 mil pela Linha Sul, que passa por estações na capital e em Jaboatão dos Guararapes, e 180 mil pela Linha Centro, que é subdividida nos ramais Camaragibe e Jaboatão, circulando por Recife, Jaboatão e Camaragibe.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem