Ex-secretário de Surubim é preso por fraude em serviço de limpeza

 

A Polícia Civil de Pernambuco, por meio da Operação Entulho, realizou a prisão do ex-secretário de transportes do município de Surubim, localizado no Agreste de Pernambuco. O ex-gestor ocupou o cargo entre os anos de 2017 e 2018 e foi detido em decorrência de seu suposto envolvimento em casos de fraudes e irregularidades fiscais relacionados a serviços de limpeza prestados na cidade.

A detenção ocorreu mediante a execução de um mandado de busca e apreensão, onde foram encontrados itens que corroboraram a ação. Entre os objetos apreendidos, destacam-se uma arma de fogo, uma quantia de R$ 40 mil em dinheiro e notebooks. O ex-secretário foi submetido ao pagamento de fiança, o que lhe permitiu aguardar o desenrolar das investigações em liberdade.

Além da prisão do ex-secretário, a operação também resultou na expedição de outros cinco mandados de busca e apreensão. Entre os alvos, figuram o engenheiro encarregado dos serviços em questão e o proprietário da empresa que obteve a licitação para realizá-los. No total, as investigações envolvem um grupo de 12 pessoas. De acordo com os dados obtidos nas apurações, uma companhia que havia sido contratada por meio de licitação para a coleta de resíduos no município estaria inflando os valores cobrados, o que acarretou um prejuízo estimado de R$ 800 mil aos cofres públicos. As investigações também sinalizam para a ocorrência de irregularidades no processo licitatório que conduziu à contratação da empresa em 2023 para a realização de serviços de limpeza na localidade.

Diego Pinheiro, responsável pelas investigações, declarou: "Cinco empresas agiram de maneira coordenada, apresentando os mesmos documentos nas candidaturas para prestar os serviços. Isso possibilitou que somente uma delas fosse escolhida, configurando um processo ilícito". Os suspeitos envolvidos enfrentarão acusações de peculato, fraude em licitações e associação criminosa. A continuidade da investigação visa determinar a responsabilidade dos demais indivíduos no caso.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem