Delegado da PF é baleado na cabeça durante operação em SP

 

Na tarde desta terça-feira (15), o delegado Thiago Selling da Cunha, de 40 anos, foi alvo de um atentado a tiros durante uma operação de busca e apreensão realizada pela Polícia Federal em Guarujá, cidade litorânea do estado de São Paulo. O delegado, que estava à frente da ação, foi atingido na cabeça e se encontra em estado grave.

A ação policial ocorreu na avenida Tancredo Neves, no bairro Cachoeira, e teve início após uma perseguição que resultou em uma troca de tiros com dois suspeitos. Durante o confronto, um dos disparos acertou a cabeça do delegado Thiago, enquanto os demais policiais federais revidaram a ação da dupla. Um dos suspeitos também foi ferido, sendo atingido na perna.

Tanto o delegado quanto o suspeito baleado foram socorridos e encaminhados ao Hospital Santo Amaro, em Guarujá, onde recebem atendimento médico. De acordo com informações da Polícia Federal de São Paulo, os suspeitos foram detidos com uma submetralhadora, uma pistola, dinheiro e drogas em sua posse.

Os suspeitos serão conduzidos à Delegacia de Polícia Federal em Santos, onde enfrentarão acusações por tentativa de homicídio, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Após as formalidades legais, eles serão encaminhados à Delegacia Sede de Guarujá, onde aguardarão as devidas providências judiciais.

O Sindicato dos Policiais Federais em São Paulo (SINPF/SP) emitiu uma nota repudiando o ataque contra o delegado da PF e expressando solidariedade à vítima e seus colegas. O sindicato condenou o ato criminoso e destacou seu compromisso em apoiar os profissionais de segurança pública em sua missão de garantir a ordem e a segurança da sociedade.

Os representantes do sindicato também enfatizaram a importância de uma investigação rigorosa por parte das autoridades para identificar e punir os responsáveis pelo atentado. Eles destacaram a necessidade de enfrentar o crime organizado que, segundo a nota, continua causando tragédias e afetando a vida de cidadãos inocentes e policiais na região da Baixada Santista.



Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem