Assaltante preso pode ter roubado Michele Melo, Juíza e Vice-Prefeito de Olinda

 A Polícia Civil anunciou a prisão de um dos suspeitos envolvidos no assalto à residência de Michelle Melo, a cantora, e sua família no bairro de Cajueiro, na Zona Norte do Recife. O homem, de 22 anos, também é acusado de ter invadido a casa de uma juíza do Trabalho, onde fez a família refém e coagiu a magistrada a realizar uma transferência via PIX para uma conta indicada pelos criminosos.

Conforme informações registradas no boletim de ocorrência, o indivíduo foi encontrado portando uma pistola que pertence a Márcio Botelho (PP), vice-prefeito de Olinda. Essa mesma arma havia sido roubada durante um assalto à residência de Botelho em 29 de julho. O suspeito foi detido na sexta-feira (11) mediante o cumprimento de um mandado de prisão relacionado a um roubo ocorrido em 15 de junho na casa de uma juíza do Trabalho no bairro do Poço da Panela, também na Zona Norte.

A ordem de prisão foi emitida pela 11ª Vara Criminal do Recife e sua execução foi realizada por agentes da Delegacia de Água Fria. Durante o assalto à residência da juíza, os criminosos entraram na propriedade enquanto um funcionário estava realizando trabalhos de jardinagem. Sob ameaças, eles renderam quatro pessoas e forçaram a juíza a efetuar um PIX para a conta especificada por eles. Durante a ação, foram subtraídos celulares, um aparelho de DVD e alianças.

As investigações conduzidas pela polícia indicaram que o suspeito foi localizado no bairro da Torre, Zona Oeste da cidade, e também é suspeito de envolvimento em outros dois roubos que tiveram o bairro do Cajueiro como palco. Em posse do suspeito, foram apreendidos não somente a arma pertencente ao vice-prefeito, mas também um carregador e 15 munições. Após a prisão, o indivíduo foi encaminhado para uma audiência de custódia.

Relatos de Assaltos a Michelle Melo e Márcio Botelho

A cantora Michelle Melo passou pelo trauma de ter sua residência invadida por criminosos no dia 30 de junho, quando ela e sua família foram rendidos no bairro do Cajueiro. Durante a ação criminosa, a cantora teve uma arma apontada para seu peito. Os bandidos roubaram pertences e obrigaram as vítimas a realizar transferências bancárias.

Já Márcio Botelho (PP), o vice-prefeito de Olinda, foi feito refém em sua própria casa, localizada no bairro de Jardim Atlântico, no dia 29 de julho. O assalto também resultou na detenção de outras cinco pessoas, todas confinadas em dois cômodos dentro da residência por cerca de 40 minutos, enquanto objetos valiosos, incluindo uma arma, foram roubados.

Reveja o caso




INSCREVA-SE

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem