Suspeita de matar criança em ritual de magia negra é presa

 

Nesta sexta-feira, dia 21, a Polícia Civil de São Paulo efetuou a prisão de uma mulher de 45 anos, suspeita de cometer um homicídio brutal ocorrido em 2002. O crime chocante envolveu a morte de uma criança de apenas 7 anos, vítima de facadas durante um perturbador "ritual de magia negra" na cidade de Barbalha, no Ceará.

A acusada, que já possuía um mandado de prisão preventiva em aberto, foi localizada no bairro Vila Margarida, em São Vicente, durante a Operação Impacto SulMaSSP, uma ação coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) para combater crimes nas divisas do estado. A Polícia Civil relatou que a suspeita utilizava um nome falso nas redes sociais como medida para se ocultar.

Após a detenção, a mulher foi encaminhada à cadeia pública feminina de São Vicente, onde ficará à disposição da Justiça para responder pelo crime que cometeu há mais de duas décadas.

O caso em questão abalou a cidade de Barbalha em 2002, quando o corpo do menino Marcos Bernardino Gonçalves foi descoberto em um matagal, apresentando marcas chocantes de sete facadas. À época do delito, a suspeita, hoje presa, contava com apenas 24 anos.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem