Sobe para 11 vítimas fatais do desabamento

Tragédia em Paulista: Busca por vítimas e comoção na comunidade 

Nesta manhã, mais duas vítimas foram resgatadas sem vida pelos bombeiros que atuam incansavelmente nos escombros do prédio. Identificadas como um casal, o número de mortos no desabamento subiu para 11, no Janga, Paulista, Pernambuco.


No entanto, a esperança permanece, pois as equipes de resgate seguem empenhadas em encontrar os desaparecidos. Três pessoas, uma mãe chamada Marcela, de 40 anos, juntamente com seus dois filhos, de 10 e 6 anos, ainda estão sob os escombros, aguardando por um resgate seguro. A comunidade se une em pensamento e oração por essas vidas.

No dia anterior, cinco pessoas foram resgatadas com vida e encaminhadas para unidades hospitalares, porém, infelizmente, um jovem de 18 anos não resistiu aos ferimentos e veio a falecer durante os cuidados médicos. A situação é delicada e requer esforços conjuntos para auxiliar aqueles que lutam pela sobrevivência.

Além das vítimas humanas, os bombeiros também estão em busca de três animais, sendo dois cachorros e um gato, que se encontravam no local do desabamento. O resgate desses animais é importante para trazer algum conforto às famílias afetadas e demonstra o compromisso das equipes em salvar vidas, independentemente da espécie.

As operações de resgate continuam intensas e árduas, com as equipes de resgate trabalhando incansavelmente para encontrar sobreviventes e oferecer o apoio necessário às famílias afetadas. A união da comunidade nesse momento é essencial para superar essa tragédia e oferecer suporte emocional e material às vítimas.

Atualização dos dados às 10h00: O número de vítimas do desabamento aumentou para 21, incluindo 11 óbitos e três pessoas desaparecidas. Três vítimas foram resgatadas com vida, incluindo uma mulher de 65 anos socorrida pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Miguel Arraes, uma adolescente de 15 anos atendida pelo SAMU e encaminhada para o Hospital da Restauração (HR) e outra adolescente de 15 anos socorrida para o Hospital Miguel Arraes.

Os bombeiros localizaram quatro pessoas com vida fora da edificação, todas do sexo masculino, com idades entre 16 e 22 anos. Esses sobreviventes foram levados para hospitais da região, apresentando ferimentos leves.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem