PM atira em ex-companheira e é preso em flagrante por vizinhos

 

Um policial militar de 38 anos foi preso em flagrante no domingo (16), após efetuar disparos contra sua ex-companheira no apartamento dela, situado em Igarassu. O crime, que ocorreu por volta das 18h45, é tratado pelas autoridades como tentativa de feminicídio e está sob investigação.

Segundo informações, o policial, lotado no 17º Batalhão da PM, dirigiu-se até o Residencial Sítio Viver, onde sua ex-companheira de 34 anos reside com os filhos do casal, uma menina de 12 anos e um menino de 2 anos. No local, iniciou-se uma discussão entre o casal, culminando com o policial efetuando dois disparos contra a vítima.

O tumulto e os gritos de socorro da adolescente de 12 anos alertaram os vizinhos, que também são policiais e moram no mesmo prédio. Esses vizinhos conseguiram deter o agressor até a chegada das autoridades competentes.

A vítima foi prontamente encaminhada à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Cruz de Rebouças e posteriormente transferida para o Hospital Miguel Arraes, em Paulista, onde passou por cirurgia. Segundo informações da Polícia Militar, o estado de saúde dela é estável.

Em nota, a Polícia Militar esclareceu que o policial em questão estava de folga no momento do crime e que a arma utilizada não pertencia à corporação. Após o ocorrido, o agente foi conduzido à Delegacia da Mulher e, em seguida, transferido para o Centro de Reeducação da Polícia Militar (Creed), onde se encontra sob custódia do 17º Batalhão.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem