Igor Cariús vira réu em caso de manipulação de jogos

 

Juiz rejeita recurso da defesa de Igor Cariús, e lateral do Sport se torna réu em processo relacionado à Operação Penalidade Máxima. A decisão foi proferida pelo juiz Alessandro Pereira Pacheco, da 2ª Vara de Repressão ao Crime Organizado e Lavagem de Capitais. Além de Cariús, outros seis atletas e sete apostadores também foram implicados no caso.

Os jogadores acusados são: Igor Cariús, do Sport, Alef Manga, que foi afastado pelo Coritiba, Dadá Belmonte, do América-MG, Jesus Trindade, ex-Coritiba, Pedrinho, ex-Athletico-PR e atualmente no Shakhtar, Sidcley, ex-Cuiabá e atualmente no Dynamo Kiev, e Thonny Anderson, ex-Coritiba e atualmente no ABC.

Além dos atletas, os outros réus envolvidos, que não são atletas, são Bruno Lopez, apontado como chefe da organização e atualmente detido, Ícaro Fernando Calixto dos Santos, Luis Felipe Rodrigues de Castro, Romário Hugo dos Santos, Victor Yamasaki, Thiago Chambó Andrade e Cleber Vinicius Rocha Antunes.

O juiz Alessandro Pereira Pacheco concedeu um prazo de dez dias para a defesa de cada réu apresentar seus argumentos.

Até o momento, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) não fez novas denúncias contra os envolvidos na operação conduzida pelo Ministério Público de Goiás. No entanto, é possível que o tribunal desportivo solicite a suspensão preventiva dos atletas acusados.

Segundo informações, o vice-presidente jurídico do Sport, Rodrigo Guedes, informou que o clube está acompanhando a situação de Igor Cariús e prestando suporte ao advogado que representa o jogador desde o início do caso. É importante ressaltar que Igor Cariús, lateral-esquerdo do Sport, já foi absolvido pelo STJD anteriormente, no processo relacionado ao esquema de manipulação de jogos. O atleta foi julgado pela 4ª Comissão Disciplinar do STJD no dia 1º de junho, sendo o único entre os oito jogadores acusados a ser inocentado.

Apesar da absolvição inicial, a procuradoria do STJD recorreu da decisão, e Cariús permaneceu como o único jogador do grupo absolvido. Durante as investigações, o lateral do Sport chegou a ser suspenso de forma preventiva pelo STJD em 16 de maio, o que o levou a perder algumas partidas do clube na temporada, incluindo os jogos da Copa do Brasil contra o São Paulo.

Posteriormente, Cariús retomou sua atuação em campo a partir de 4 de junho, quando enfrentou o Londrina após a primeira absolvição.

O jogador está sendo investigado sob suspeita de ter recebido dinheiro para receber um cartão amarelo em dois jogos da Série A no ano anterior, quando ainda defendia o Cuiabá.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem