Comando do tráfico convoca protesto após morte de traficante em Olinda

Segundo policiais militares, no bairro Jardim Atlântico/Rio Doce, nesta sexta-feira, dia 21, traficantes que lideram o comércio ilegal de drogas nos bairros de Jardim Atlântico e Rio Doce, em Olinda, estão convocando os moradores simpatizantes do tráfico para realizarem um protesto em frente ao Grito da República. A mobilização ocorre em resposta a uma intervenção policial recente, que resultou na morte de um dos gerentes do tráfico na Ilha do Rato. A convocação está sendo feita através da página denominada "Rato Ordinário".

Segundo informações, o indivíduo que veio a falecer era responsável pela gestão das atividades ilícitas naquela área e, lamentavelmente, agia sob as ordens do tráfico, cometendo atos violentos como espancamentos e sequestros de viciados, que eram posteriormente assassinados e enterrados no mangue.

As autoridades locais estão monitorando a situação e trabalhando para garantir a segurança dos cidadãos durante o protesto. Segundo os policiais militares, a intervenção policial na Ilha do Rato se deu como parte dos esforços para coibir as atividades criminosas e manter a ordem pública na região. No entanto, a convocação para o protesto evidencia a complexidade e os desafios enfrentados no combate ao tráfico de drogas.


SUSPEITO DE TRÁFICO DE DROGAS MORRE EM CONFRONTO POLICIAL EM OLINDA

Na tarde desta sexta-feira, dia 21, um intenso confronto entre policiais militares e um suspeito de ser gerente do tráfico de drogas da Comunidade do Rato, conhecido como Ruan Lucas Miguel de Lira, apelidado de "TZ", resultou na morte deste. A operação policial ocorreu nas proximidades do Campo do Rato, localizado na Comunidade do Rato, bairro de Jardim Atlântico, em Olinda.

Segundo informações, após o tiroteio, Ruan Lucas Miguel de Lira "TZ" foi prontamente socorrido e encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da PE-15, mas, infelizmente, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

As autoridades informaram que o corpo do suspeito será removido para o Instituto de Medicina Legal (IML) do Recife para as devidas providências.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem