CASO PADRE AIRTON - Veja relatos das novas denúncias

 

Novo caso de denúncia de estupro envolvendo o padre Airton Freire, criador da Fundação Terra, em Arcoverde, no Sertão de Pernambuco, veio à tona dois meses após a primeira acusação feita pela personal stylist Sílvia Tavares. O religioso, de 67 anos, está preso preventivamente desde 14 de julho e é alvo de cinco inquéritos relacionados ao caso.

Uma nova vítima, que optou por permanecer anônima, relatou em entrevista à TV Globo que foi levada por um funcionário da Fundação Terra até a casa onde o padre dormia e, lá, ele pediu para que ela fizesse uma massagem nele. Ao tentar se afastar, o religioso a ameaçou dizendo que poderia ser atacada pelos cachorros do local. A mulher conseguiu fugir após passar por momentos de desespero e medo.

Segundo o relato, ao ser abordada na "casinha", como o local era chamado, a vítima encontrou o padre Airton sem roupa, e um funcionário fez ameaças, garantindo que nada do que acontecesse ali seria revelado. A mulher, que frequentava retiros na Fundação Terra há mais de uma década, falou sobre sua crença e dedicação ao religioso, mas ressaltou que agora se sente traída.

O caso provocou mobilização policial, com mais de 50 pessoas prestando depoimentos sobre o ocorrido. A delegada Morgana Alves afirmou que novas vítimas podem surgir e explicou que a prisão preventiva do padre e de um segundo suspeito, o motorista Jailson Leonardo da Silva, foi decretada para garantir a ordem pública e a instrução criminal.

O bispo emérito de Caruaru, Bernardino Marchió, também se pronunciou sobre o assunto, mencionando que, durante sua gestão, percebeu um alto número de jovens entrando e saindo da fundação, acompanhado de rumores e conversas sobre o comportamento do padre Airton.

A Fundação Terra, por sua vez, emitiu uma nota afirmando que continua desenvolvendo seus trabalhos sociais nos estados de Pernambuco e Ceará, prestando assistência a pessoas carentes, sendo o trabalho anualmente auditado e seguindo as normas de boa governança financeira e administrativa.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem