População de Pernambuco cresceu 3% desde 2010, diz IBGE

 

De acordo com os dados divulgados pelo Censo 2022, a população do estado de Pernambuco registrou um aumento de 3% desde 2010, atingindo a marca de 9.058.155 pessoas. Esse crescimento populacional representa uma média anual de 0,24% ao longo desse período. Embora o número final da população supere ligeiramente a estimativa divulgada pelo IBGE no ano passado, que era de 9.051.113 habitantes, ainda está abaixo das estimativas de 2021, que chegaram a apontar uma população de 9,6 milhões de habitantes para o estado.

O adensamento populacional, revelado pelo IBGE, desempenha um papel fundamental para os políticos e tomadores de decisões, permitindo-lhes identificar as áreas que enfrentam esse aumento populacional. Esses dados servem de base para a formulação de políticas públicas que atendam às necessidades e características dessas regiões, como destacou João Marcelo Santos, coordenador técnico do Censo 2022 em Pernambuco.

No que diz respeito ao número de domicílios, Pernambuco ocupa a sétima posição em termos de crescimento, com um total de 4.094.799 unidades habitacionais. Esse ranking coloca o estado atrás de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Bahia, Rio Grande do Sul e Paraná. Entre os estados da região Nordeste, Pernambuco foi o segundo que mais aumentou o número de domicílios, ficando atrás apenas da Bahia, e à frente do Ceará.

O município mais populoso de Pernambuco continua sendo o Recife, que registrou uma pequena redução de 0,27% em sua população anualmente desde 2010. A cidade passou de 1.537.704 habitantes para 1.488.920 residentes.

Pernambuco possui cinco grandes concentrações urbanas, com mais de 100 mil habitantes. A maior delas é formada por 15 municípios, incluindo as 14 cidades da Região Metropolitana do Recife, além de Paudalho, totalizando 3.783.101 habitantes. Essa região apresentou uma taxa média de crescimento geométrico de 0,09% ao ano desde o último levantamento em 2010. Essa concentração urbana está entre as cinco maiores do país.

Além disso, também fazem parte desse conceito em Pernambuco o município de Petrolina, com 386.786 habitantes, e as cidades de Vitória de Santo Antão, Garanhuns e Caruaru, com 134.110, 142.506 e 378.052 habitantes, respectivamente.

A região metropolitana do Grande Recife abriga uma parcela significativa da população pernambucana, representando 41,79% do total. Essa concentração demográfica se manteve estável em relação ao último Censo. Na região metropolitana, além da capital Recife, que registrou uma diminuição de 3,17% na população desde 2010, as cidades de Olinda (-7,36%), Jaboatão dos Guararapes (-0,13%) e Moreno (-2,52%) também tiveram uma redução no número de habitantes. Por outro lado, o Arquipélago de Fernando de Noronha registrou um crescimento de 20,42%, totalizando 3.167 habitantes, ou seja, 537 a mais em relação ao último Censo.

Entre as cidades do continente, Itacuruba, no Agreste, apresentou o menor número de residentes em Pernambuco, com um total de 4.284 habitantes, representando uma diminuição de 1,9% em relação ao levantamento anterior realizado pelo IBGE em 2010.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem