Pesquisa revela que 52% dos brasileiros não fazem atividades físicas

 

Uma nova pesquisa realizada pelo Serviço Social da Indústria (Sesi) revelou que 52% dos brasileiros raramente ou nunca se envolvem em atividades físicas. Os resultados do estudo foram divulgados nesta segunda-feira (26), em Brasília. A pesquisa, que ocorreu entre os dias 10 e 14 de março de 2023, entrevistou 2.021 pessoas com mais de 16 anos em todos os estados do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, com intervalo de confiança de 95%.

A prática regular de atividades físicas é amplamente reconhecida como um dos principais meios de promoção e cuidado com a saúde, de acordo com especialistas. Alessandra Almeida, professora de Educação Física no Rio de Janeiro, concorda com essa visão e ressalta que o corpo humano foi projetado para estar em movimento. Ela acredita que, cada vez mais, as pessoas precisarão substituir medicamentos por exercícios físicos.

"Tenho certeza de que a atividade física é a prescrição médica mais eficaz, pois não apenas trata, mas também previne muitas doenças", enfatizou Almeida.

Além da análise da frequência da prática de atividades físicas, o estudo também buscou investigar a relação entre a prática dessas atividades e o adoecimento. De acordo com o levantamento do Sesi, 72% das pessoas que se exercitam regularmente não relataram problemas de saúde nos últimos 12 meses. No entanto, entre aqueles que nunca praticam atividades físicas, 42% enfrentaram problemas de saúde em 2022.

Rafael Lucches, diretor superintendente do Sesi, destacou a importância da promoção da saúde e de comportamentos preventivos para reduzir problemas na vida das pessoas.

"Com a prática de atividades físicas, temos pessoas mais saudáveis e dispostas a enfrentar os desafios do dia a dia", ressaltou Lucches.

Esses resultados chamam a atenção para a necessidade de conscientização sobre a importância da atividade física regular na busca por uma vida saudável.


Com informações da Agência Brasil

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem