Enfermeiros de Pernambuco em estado de greve


Enfermeiros e técnicos de enfermagem realizaram uma mobilização nesta quinta-feira, dia 29, em frente ao Hospital da Restauração, localizado no bairro do Derby, região central do Recife. A partir de hoje, os auxiliares e técnicos de enfermagem de Pernambuco entraram em estado de greve por tempo indeterminado.

O ato e a paralisação fazem parte de uma mobilização nacional que busca assegurar o pagamento do piso salarial da categoria. O objetivo é chamar a atenção das autoridades, especialmente do Supremo Tribunal Federal (STF), que tem até esta sexta-feira (30) para concluir a análise da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 7222, que questiona o piso salarial dos profissionais de enfermagem.

Além disso, a mobilização também visa pressionar o Governo Federal a distribuir os recursos necessários e garantir o pagamento do piso. Francis Herbert, presidente do Sindicato dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem (Satenpe), afirmou: "Os profissionais de saúde vêm buscando o piso salarial desde 2020. Estamos paralisando nossas atividades e funções para que esse dinheiro chegue ao bolso dos trabalhadores."

Com a paralisação das atividades laborais, foi orientado que o efetivo nos postos de saúde, ambulatórios, centros de atenção psicossocial (Caps) e policlínicas permaneça integralmente parado. Nos setores de média e alta complexidade, como hospitais, clínicas, Caps e policlínicas que funcionam 24 horas, além de serviços de urgência e emergência, SAMU, UTI, bloco cirúrgico e CME, o atendimento será prestado apenas por 50% do efetivo.

Postar um comentário

O comentário é de total responsabilidade do internauta que o inseriu.

Postagem Anterior Próxima Postagem